Malawi: SPAWUM chegou a um acordo salarial com Illovo Sugar (Malawi) Limited

Em 23 de março, SPAWUM terminou negociações com Illovo Sugar (Malawi) Limited com um acordo para um aumento salarial geral de 26 por cento.

De acordo com SPAWUM, o acordo abrange cerca de 4,700 trabalhadores, cerca de 2,500 deles na fábrica Nchalo (no sul do país, perto da capital comercial de Blantyre), outros 2,000 na Dwangwa (na região central, próximo ao Lago Malawi) , e cerca de 200 trabalhadores no órgão de administração em Limbe. A empresa informou cerca de 10,000 funcionários, incluindo trabalhadores permanentes e agrícolas sazonais.

Outras reivindicações sindicais, incluindo subsídio de habitação, bolsas de licença, os empréstimos de bicicletas, e subsídios por turno serão tratadas nas chamadas negociações pós-salariais programadas para o mês de maio.

Uma matéria especial em negociação e discutida em janeiro passado foi um abono escolar, que atualmente é dado a funcionários de categoria C3 e superior – as quais são categorias fora do sindicato. Em contraste, os trabalhadores em categorias de A1 a C2 (no sistema Paterson) são oferecidos “Empréstimos para Escola” que o sindicato considera que os trabalhadores não podem pagar, devido à crise econômica geral do país.

Em 3 de março, um jornal do Malawi descreveu um aumento de 15 por cento no preço doméstico do açúcar, e Illovo afirmou que os aumentos de preços são “normalmente” implementados no início de cada colheita. No entanto, o aumento de Março seguiu a um aumento de 12 por cento de Novembro de 2012. O jornal continuou dizendo que o faturamento da companhia aumentou em 71 por cento em 2012 … e seus lucros em 143 por cento.

Informações de base

Malawi atingiu uma taxa de inflação 35.1 por cento em Janeiro de 2013 (de 33.3 por cento em dezembro de 2012); a inflação explodiu após uma grande desvalorização do kwacha de Malawi de quase 50 por cento em Maio de 2012. No entanto, a desvalorização também significou aumento de renda para a empresa por meio de exportações de açúcar para a Europa e para os mercados regionais, como o Zimbabwe; enquanto o mercado interno, que responde por cerca de 55 por cento da produção de açúcar, mantém preços relativamente rentáveis.

As duas fábricas em Malawi, Dwangwa e Nchalo, contribuiu perto de 43 por cento dos lucros operacionais do grupo Illovo Sugar no período de seis meses que terminou em setembro de 2012. Isto seguiu-se uma contribuição de 39.4% para o ano que terminou em março de 2012. Estes números são surpreendentes quando se toma em conta que as operações do Malawi representaram apenas 14 por cento e 18.4 por cento da renda do grupo nos mesmos anos. Illovo Sugar também controla as operações de açúcar na Zâmbia, Suazilândia, Tanzânia, Moçambique e África do Sul, e é propriedade da Associated British Foods (ABF), que também é proprietária da British Sugar, no Reino Unido, AB Azucarera na Espanha, além de interesses do açúcar na China.

 

Permanent link to this article: http://www.iuf.org/sugarworkers/malawi-spawum-chegou-a-um-acordo-salarial-com-illovo-sugar-malawi-limited/